Advertisement

Main Ad

Em protesto, comerciantes cobram entrega do Mercado do Peixe pelo governo do Maranhão

Nesta terça-feira (11), trabalhadores e comerciantes de pescados de São Luís interditaram as duas vias da Avenida Vitorino Freire, em frente ao Mercado do Peixe, na região do Anel Viário em São Luís. O protesto é contra a não conclusão da obra de revitalização do mercado. As obras de reforma foram iniciadas em setembro de 2021 e até agora não foram concluídas pelo governo do estado.

Os trabalhadores reclamam das condições precárias em que trabalham em um local improvisado pelo governo. “Prometeram entregar o Mercado na época de Flávio Dino. Brandão assumiu e até agora nada. Marcam reuniões, mas não resolvem nada. Por que não entregaram ainda? Chega de viver na lama, ninguém aguenta mais”, desabafou um deles.

O Entreposto Pesqueiro — conhecido como Mercado de Mariscos ou Feira do Portinho — foi fechado em 2021 para receber uma revitalização que deveria proporcionar um espaço adequado, seguro e higiênico para os feirantes, além de conforto para os consumidores.

O projeto de revitalização incluía serviços de drenagem, cobertura, pavimentação, pisos e revestimentos, esquadrias, louças e acessórios, instalações hidráulicas e sanitárias, reservatórios de água, instalações elétricas e iluminação, reforma dos quiosques existentes, pintura, paisagismo e estacionamento.

A obra é de responsabilidade do Governo do Estado, coordenada pela AGEM, em parceria com a Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid). No entanto, até o momento, a obra não foi concluída, e o local permanece fechado. Em maio deste ano, o governo do Maranhão informou que o prazo das obras seria estendido por mais 60 dias, ou seja, até o final de julho. Via (John Cutrim).

Postar um comentário

0 Comentários